Polícia divulga resultado das investigações sobre morte de agente penitenciário

Propaganda do ar

Polícia Civil divulgou na tarde desta quinta-feira (13) o resultado das investigações sobre o assassinato de um agente penitenciário, ocorrido no último domingo (9). Segundo o delegado Vinicius Lucena, até agora duas pessoas estão presas suspeitas de praticar o homicídio.

Conforme a Polícia Civil, os dois presos possuem passagem pelo sistema prisional. O delegado explicou que houve dificuldade em encontrar os moradores do imóvel onde o crime aconteceu porque este era frequentado por várias pessoas. Testemunhas contaram que estavam em uma festa e depois foram pra uma conveniência. Durante a ingestão de bebidas, a vítima sugeriu terminar a noite com um churrasco.

De acordo com a Polícia Civil, testemunhas disseram que no local houve consumo de substância entorpecente misturada a álcool. Em dado momento, dois dos que estavam na casa chamaram a vítima para a cozinha. Um dos suspeitos segurou a vítima e a golpeou, depois o segundo suspeito usou instrumento perfurador para tirar a vida do agente de 38 anos.

“Segundo o suspeito, esse desentendimento ocorreu no momento em que ambos estavam sob efeito de álcool e substância entorpecente. Ele alega que a vítima teria, em dado momento, ido ao seu carro e retornado, o que na cabeça dele segundo a versão dele, daria a entender que a vítima iria buscar uma arma de fogo. Foi quando então essa vítima retornou para o interior da casa e foi atraído para a cozinha, onde se iniciaram os golpes e as facadas que a vítima tomou”, explica o delegado Vinicius Lucena.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, as motocicletas usadas pelo que estavam nas casas foram localizadas e com isso os presentes foram identificados. Os suspeitos ainda contaram à polícia que tentaram arrombar o carro da vítima para procurar objetos de valor ou uma possível arma.

Testemunhas reconheceram os suspeitos e nesta quarta (12) foi decretada a prisão preventiva dos dois envolvidos. No mesmo dia foi cumprida uma prisão e na manhã de quinta-feira (13) foi cumprida a segunda, após o suspeito se entregar através de um advogado. O homem preso nesta quinta, orientado pelo advogado, preferiu não dar nenhuma informação e aguardar o juízo.

Sobre a possível participação de uma terceira pessoa, o delegado preferiu não comentar para não atrapalhar a descoberta de mais informações sobre o crime.

O crime

Na manhã do último domingo (9) a Polícia Militar foi chamada até uma casa no Setor 11 em Ariquemes (RO), no Vale do Jamari. Ao chegar no local encontraram o corpo do agente penitenciário de 38 anos, com ferimentos causados por arma branca, incluindo espeto de churrasco. A perícia esteve no local e fez trabalhos de identificação, que ajudaram a encontrar os suspeitos presos.

Propaganda do ar

Como você avalia a gestão do Governo Marcos Rocha?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
airton

airton

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site