Governo de Rondônia sanciona lei que estabelece a valorização salarial para profissionais da Segurança Pública a partir de 2022

24x31 banner gov
blank

O Governo de Rondônia sancionou nessa quinta-feira (29) a Lei n° 5.074, de 29 de julho de 2021, que assegura o reajuste salarial aos integrantes da Polícia Militar de Rondônia (PM) e Corpo de Bombeiros Militar (CBM). O reajuste será efetivado partir de 2022 de maneira escalonada, sendo 8% (oito por cento) em janeiro; e, acrescentados em fevereiro 11,50% e em março 4%. A lei soma ao compromisso do Executivo Estadual para a Segurança Pública quanto ao investimento de novas estruturas, equipamentos modernos para o serviço ostensivo rotineiro e valorização profissional.

Conforme a lei de autoria do Poder Executivo, o militar do Estado da ativa também fará jus ao auxílio fardamento mensal, correspondente a 2,50% (dois e meio por cento) do valor do soldo do coronel PM/BM de último Posto, para custear as despesas com aquisição de seu fardamento básico.

Seguindo ao Plano de Valorização dos Servidores da Segurança Pública de Rondônia, que atua com presteza e dedicação para o bem estar da população rondoniense, o Governo de Rondônia estabelece ainda pela Lei nº 5.075, de 29 de julho de 2021, o reajuste nos vencimentos dos profissionais da Polícia Judiciária Civil e Polícia Técnico-Cientifica do Estado Rondônia (Politec), atendendo o compromisso assumido com a categoria, que foi possível devido a uma gestão eficiente, comprometida e, que não mede esforços em prol dos servidores públicos.

ACESSO HIERÁRQUICO

O Governo de Rondônia também destaca a alteração do provimento de acesso hierárquico dos militares do Estado, ocupantes da graduação de soldado para a graduação de cabo, que permitirá condições razoáveis de acesso à graduação e a relevante regulamentação, no âmbito do Estado de Rondônia.

Conforme a Lei nº 5.076, de 29 de julho de 2021, de autoria do Poder Executivo, o acesso na escala hierárquica do cabo PM/BM será gradual e sucessivo, por promoção, de acordo com o disposto nesta Lei e Regulamento de Promoção de Praças. Desta forma, os cabos PM/BM enquadrados nas condições estabelecidas na lei, após cursarem com aproveitamento o Curso de Formação de Sargento PM/BM, serão promovidos a graduação de sargentos (PM/BM), sendo que serão promovidos ao posto a partir da data da conclusão dos cursos, à graduação de terceiro sargento PM/BM, para preenchimento das vagas abertas, obedecendo à ordem de classificação intelectual obtida nos referidos cursos.

blank

Novas viaturas garantiram melhor prestação do serviço policial à comunidade

A lei do Executivo Estadual foi apreciada e aprovada pela Assembleia Legislativa de Rondônia (ALE). Os deputados estaduais apresentaram uma emenda aditiva, dispondo que: o interstício exigido para as promoções a 2º sargento, 1º sargento e subtenente poderá, nos casos de renovação dos quadros, ser reduzido por Decreto do Chefe do Poder Executivo, até um terço do respectivo tempo.

As promoções de soldado PM/BM à graduação de cabo PM/BM serão realizadas exclusivamente pelo critério de antiguidade, respeitando-se os existentes nos Quadros de Praças das Corporações Militares, condicionadas à satisfação dos seguintes requisitos pelo respectivo militar, cumulativamente:

  • I – ter cumprido, no mínimo, cinco anos de efetivo serviço na respectiva Corporação, não sendo computado para este fim qualquer tempo de serviço averbado;
  • II – estar classificado, no mínimo, no comportamento bom; e III – não estar cumprindo pena privativa de liberdade.

Mesmo com a lei sancionada, o aumento de salário dos servidores da Segurança Pública, somente poderá entrar em vigor em janeiro de 2022, uma vez que, no momento todo o país mobiliza-se, por intermédio da Lei Complementar Federal 173 de 27 de maio de 2020, em uma causa humanitária, onde a prioridade é assegurar o combate à pandemia do coronavírus.

SEGURANÇA PÚBLICA MAIS FORTE

A valorização profissional comprova o compromisso do Governo do Estado quanto ao investimento em novas estruturas que vão ao encontro de melhores condições de trabalho para a Segurança Pública. A sanção da lei que garante o reajuste dos policiais militares, civis e bombeiros, vão ao encontro de outras medidas em prol das categorias já adotadas pela atual gestão em cumprimento ao Planejamento Estratégico do Executivo Estadual.

Desde o início da gestão do governador Marcos Rocha, foram vários os avanços para a área com a aquisição de armamento, munição e equipamentos balísticos; bem como novas viaturas com forte aparato tecnológico entregues para a Polícia Militar, Polícia Civil, e Politec; além de Unidades de Resgate e outros equipamentos para o Corpo de Bombeiros.

Na Polícia Militar, por exemplo, além do reforço de novos equipamentos, o Governo do  Estado investiu em aperfeiçoamento com cursos de formações internos que possibilitam aos policiais militares galgarem novas patentes dentro da Corporação.

Para se ter uma ideia, somente em 2020, o Governo de Rondônia investiu em Curso de Formação de Sargento; Curso de Aperfeiçoamento de Sargentos (CAS); Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais (CAO).

Da redação do Alerta Rondônia

24x31 banner gov

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Almi Coelho

Almi Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site