AGENTE PENITENCIÁRIO APRESENTA VERSÃO SOBRE SUA PRISÃO EM RESIDÊNCIA NA CAPITAL

24x31 banner gov

Por volta das 18h do último domingo (05), eu, Agente Penitenciário Cisley Bacelar Araújo, 36 anos, e minha mãe estávamos conversando sobre os bens que meu pai nos deixou como herança. Eu sempre deixando claro minha discordância em saber que meu cunhado o PM S. FILHO estava vendendo nossos bens, coisa que por lei não seria de sua competência, fiquei muito chateado pela postura errônea do mesmo e com o agravante do consentimento das minhas irmãs permitir sem sequer me consultar, resultei em quebrar uma central de ar de meu pertence, a qual iria dar para uma delas. Quando já estava em meu quarto dormindo, minha mãe me acordou dizendo que viaturas da Polícia Militar queriam dialogar comigo. Quando fui ao portão e iniciei conversa com duas guarnições, meu cunhado PM se apresenta a frente paisando de postura superior aos que estavam ali de serviço, e numa discussão convenceu a guarnição me conduzir a Central de Flagrantes. Após isso, fui ouvido pelo delegado e liberado. O que me deixa indignado é policiais que dizem defensores da lei e da verdade, mentir em seu histórico e depois de me dar voz de prisão tramar a melhor tipificação à ser registrada quando chegassem na delegacia. Como prova tive acesso a um áudio existente da conversa deles via rede rádio. O diálogo entres os militares deixa a entender que escrever o que quer e principalmente condenar um inocente é o cabível para proteger seus erros e prestar um favor ao colega paisano e de mesma rota e batalhão. Tenho minha consciência limpa e venho através deste site, respeitosamente, trazer a minha versão para que atitudes como essas não venham a se repetir.

Agente Penitenciário Cisley Bacelar Araújo, 36 anos.

24x31 banner gov

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
airton

airton

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site