PAPEL DO MINISTÉRIO PÚBLICO NA DEFESA DA PROBIDADE É TEMA DE PALESTRA EM MACHADINHO DO OESTE

24x31 banner gov

Integrantes do Núcleo de Apoio Extrajudicial (NAE) da Promotoria de Justiça do Machadinho do Oeste proferiram palestra com o tema “O papel do Ministério Público na defesa da Probidade Administrativa”, durante a oficina “Conhecer, Aprender e Desempenhar com Excelência”, promovida pela Secretaria Municipal de Gabinete da Prefeitura de Machadinho do Oeste, no polo presencial da Faculdade Unopar, no dia 9 de março.
A palestra foi ministrada pelo Coordenador do NAE em Machadinho do Oeste, Cristiano Cândido Pinto, e pela assistente de Promotoria Cássia Franciele dos Santos, tendo como público-alvo servidores efetivos e comissionados da administração municipal de Machadinho D'Oeste, contando ainda com a presença de secretários municipais.

Foram abordados temas como: o que é Ministério Público e quais são suas funções; o papel do Ministério Público na defesa da probidade e improbidade administrativa no ordenamento jurídico brasileiro e sanções aplicáveis.

 Os organizadores do evento agradeceram a participação do Ministério Público enfatizando a importância dos ensinamentos repassados, que servem de orientação e alerta para que servidores e gestores zelem pelo patrimônio público.

O Núcleo de Apoio Extrajudicial(NAE) foi implantado na Promotoria de Justiça de Machadinho do Oeste, em julho de 2016, após a realização do “Projeto Promotoria Ideal”. A existência do NAE vem possibilitando o melhor aproveitamento das habilidades e conhecimentos dos servidores da Promotoria, inclusive para eventos como esse, resultando em mais eficiência e eficácia nas atividades desenvolvidas, levando respostas mais rápidas a sociedade, contribuindo ainda mais para o fortalecimento desta honrosa instituição.

Fonte: Ascom MPRO

24x31 banner gov

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
airton

airton

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site