Pela aprovação da nova Lei de Migração (SCD 7/2016) no Senado

24x31 banner gov

O Grupo de Trabalho Migrações e Refúgio da Defensoria Pública da União (DPU), tendo em vista falsas informações disseminadas por meio da internet, vem manifestar apoio à aprovação do Projeto de Lei de Migração em tramitação no Senado Federal.

O projeto substitui a Lei 6.815/1980 (Estatuto do Estrangeiro), a qual está em absoluto descompasso com a Constituição Federal de 1988 e os tratados internacionais de direitos humanos subscritos pelo Brasil. A nova legislação incorpora o espírito democrático do Brasil pós-1988 e substitui o viés de proteção à segurança nacional do Estatuto do Estrangeiro pelo respeito aos direitos humanos.

O GT Migrações e Refúgio, a partir de seu trabalho diário com migrações e convicto da importância da perspectiva humanista conferida pelo PL, reforça que esta legislação foi construída de forma democrática, através da constante interlocução do Congresso Nacional com a sociedade civil, em especial por meio de Audiências Públicas que contaram com a participação da sociedade civil e de instituições públicas, dentre as quais a DPU.

Além disso, ao contrário do que está sendo veiculado nas redes sociais, o projeto não existe para atrair ao Brasil qualquer tipo de criminoso ou militante. Isto porque a nova legislação possui dispositivos voltados à segurança nacional e não institui um modelo de fronteiras abertas. Ou seja, o controle migratório persistirá sob a nova legislação.

Não podemos esquecer jamais que o Brasil é um país de imigrantes. Pessoas das mais variadas culturas, etnias, países e continentes migraram para nosso país, em muitos casos fugindo de situações de fome, guerra, perseguição ou simplesmente buscando uma vida melhor. Reconhecer nossa formação nos leva a adotar uma legislação que aceite projetos pessoais dos imigrantes que estejam de acordo com nossas leis. Provavelmente, várias pessoas que estão a criticar, se examinarem sua ascendência, identificarão algum migrante que encontrou no Brasil uma oportunidade de construir sua vida.

Assim, certos de que o projeto foi primorosamente construído pelo Congresso Nacional com a incorporação do espírito da Constituição Federal de 1988 e dos tratados internacionais de direitos humanos a uma nova Lei de Migração, o Grupo de Trabalho Migrações e Refúgio da DPU manifesta-se favoravelmente à aprovação no Plenário do Senado Federal do SCD 7/2016 (Substitutivo da Câmara dos Deputados nº 7, de 2016, ao Projeto de Lei do Senado nº 288, de 2013), que institui a Lei de Migração.

GT Migrações e Refúgio
Defensoria Pública da União

Assessoria de Comunicação Social

24x31 banner gov

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
airton

airton

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site