sexta-feira, março 1, 2024
Banner Theo Coelho
25 C
Porto Velho
sexta-feira 1, março, 2024
- Publicidade -
gov Jogos intermunicipal de ro

Prefeito e governador concordam que só a privatização salva a Caerd; Hildon também fala sobre UBER na capital

Mais lidos

A transferncia da concess�o da Companhia de guas e Esgotos de Rondnia (Caerd) para a iniciativa privada, seja por meio da privatiza�o comandada pelo Banco Nacional do Desenvolvimento Econmico e Social (BNDES), seja por meio de Parcerias Pblico Privada (PPP), o nico caminho para tirar a companhia da insolvncia e, ao mesmo tempo, garantir a expans�o da rede de gua tratada para 100% da capital e a implanta�o da rede de esgotamento sanitrio.

Essa a conclus�o a que chegaram o prefeito dr Hildon Chaves e o governador Confcio Moura que na quarta-feira (17) almoaram juntos num restaurante da capital para tratar deste e de outros assuntos como a constru�o da rodoviria. Nesta quinta-feira (18), dr Hildon reuniu jornalistas em seu gabinete numa coletiva de imprensa para falar das medidas que ser�o adotadas daqui pra frente para decidir o futuro da Caerd e por em marcha o projeto de saneamento bsico da capital.

Por enquanto a situa�o da Caerd est sendo analisada por uma consultoria indicada pelo prprio BNDES, para escolher o melhor caminho a ser seguido. O prefeito disse que vai aguardar os estudos e adiantou n�o ter a vaidade de ser o 'protagonista principal' do que vier a ser feito. “O que eu quero que se resolva o problema dos moradores que n�o tem gua tratada nem esgoto. N�o podemos mais admitir o primitivismo da falta de gua encanada nas casas e o esgoto correndo a cu aberto em vrios pontos da cidade”, disse o prefeito.

O governador Confcio Moura convidou dr Hildon para participar no prximo ms de uma audincia em Braslia com a presidente do BNDES, Maria Silvia Bastos Marques, para tratar do processo de privatiza�o que foi oferecido pelo governo federal por intermdio de financiamento do banco. “Ns temos aqui na capital um tero de toda a popula�o do Estado. Isso um indicador de muito peso e o governador entende que preciso dar uma resposta essa parcela da popula�o”, disse.

Dr Hildon disse que a Prefeitura est trabalhando na constru�o do Plano Municipal de Saneamento Bsico e afirmou que “nos prximos 40 a 50 dias teremos boas notcias para os moradores de Porto Velho”.

UBER

Na entrevista coletiva, o prefeito aproveitou para manifestar tambm o posicionamento da Prefeitura com rela�o ao transporte de passageiros por meio do aplicativo Uber. Segundo ele, assim como qualquer outra iniciativa, pode trabalhar desde que legalizado. “Tem que vir aPorto Velho, se cadastrar, cadastrar os motoristas, pagar imposto, enfim, se regularizar para trabalhar de forma legal. N�o podemos permitir a concorrncia com quem est regular e paga seus impostos”, disse o prefeito numa referncia disputa com os taxistas.

O prefeito condenou, entretanto, as agresses sofridas por dois motoristas do Uber na manh� de quarta-feira (17) quando foram espancados e tiveram seus carros destrudos por um pequeno grupo de taxistas inconformados com o que consideram concorrncia desleal. “N�o com o uso da fora e da violncia que se reivindica supostos direitos”, reprovou o prefeito que a favor de ampliar o debate com toda a sociedade entes de chegar a uma conclus�o.

O secretrio municipal de Transportes e Trnsito, Marden Negr�o, tambm criticou a forma com que o servio de transporte entrou na cidade. “Chegou se anunciando nas redes sociais e j comea a transportar sem procurar antes se regularizar, tomando espao de pais de famlias que est�o no mercado trabalhando de forma regular. N�o podemos abrir m�o da regulamenta�o, pois corremos o risco de deixar um vazio perigoso”, alertou, afirmando que a fiscaliza�o de rotina feita no combate ao transporte clandestino poder punir eventuais motoristas que forem flagrados realizando o servio.

PSDB

O prefeito respondeu tambm a questionamentos acerca da turbulncia poltica decorrente da dela�o do dono do grupo JBS. Com rela�o ao suposto envolvimento do presidente de seu partido, o senador Acio Neves, segundo gravaes vazadas, dr Hildon defendeu o afastamento do lder partidrio, coincidentemente no exato momento em que, em Braslia, durante reuni�o com a Executiva do partido Acio Neves entregava o pedido de licenciamento para cuidar da sua defesa, exatamente como sugerira o prefeito de Porto Velho.

“N�o s o Acio N�o. Se comprovado, todos devem ser responsabilizados, doa a quem doer. N�o devemos agir igual ao PT. O Brasil est sendo passado a limpo e n�o tem que passar a m�o na cabea de ningum”, posicionou-se dr Hildon que lamentou os primeiros impactos na frgil economia brasileira. “Em uma hora o dlar subiu 8% e a bolsa caiu 10 pontos. Teve que ser fechada”, observou.

- Publicidade -
gov Jogos intermunicipal de ro
- Publicidade -
Loja da tucano
arigurte

Você pode gostar também!

Feito com muito 💜 por go7.com.br
Pular para o conteúdo